Header Ads


General Salgado: Cozinha Piloto entra em funcionamento







A Cozinha Piloto de General Salgado, que recebeu o nome de Dometilde de Jesus Moraes, em homenagem a primeira merendeira do município, começou a funcionar, de fato, no último dia 3 de agosto. Nesse primeiro momento, segundo a nutricionista Alessandra Eliete da Silva Azevedo, a cozinha estará funcionando em sistema experimental, pois os equipamentos são novos e existe toda uma sistemática de trabalho. “Toda uma rotina tem que ser estabelecida, então optamos por começar a atender as escolas gradativamente, até que tenhamos toda uma noção do trabalho a ser realizado”, disse Alessandra.
A cozinha foi inaugurada no ano passado, mas passou por várias adaptações exigidas pela Vigiância Sanitária de São José do Rio Preto, o que dispendeu de tempo e, principalmente mais recursos. Segundo o departamento de engenharia da administração, cada vez que vinham inspecionar, achavam um probelma e, depois de resolvido, demoravam para reavalizar. Segundo a prefeitura, esse problema, unido, muitas vezes, a falta de recursos para as adaptações, foi o que gerou o atraso no início do funcionamento da cozinha.

A cozinha piloto, quando estiver funcionando com todo seu potencial, o que é previsto ainda para este mês de agosto, atenderá todas as unidades escolares da rede municipal de ensino e também a Escola Tonico Barão, que é estadual. Terá uma nutricionista em tempo integral, que cuidará para que toda alimentação seja balanceada.

De acordo com Alessandra, nutricionista da prefeitura, cada dia será um cardápio diferente, isso irá garantir que todos os alunos,  aproximadamente 1.300 dos períodos da manhã e da tarde, comam a mesma comida. Também salientou que a cozinha piloto agora atende todos os requisitos exigidos pela Vigilância Sanitária, seja de estocagem dos alimentos, limpeza, produção, entre outros.  O transporte do alimento para as unidades escolares, está sendo realizado através de marmitões térmicos, um tipo de caixa térmica, equipamento apropriado que irá manter os alimentos quentes até o momento de serví-los. Um veículo Furgão já foi solicitado á Secretaria da Educação para melhor atender o transporte do alimento e o município, segundo as autoridades, deve ser atendido em aproximadamente 90 dias.
Segundo a Supervisora Municipal de Educação, Lairde Alexandrina da Silva, a Preta, a cozinha piloto é um sonho realizado. “Tinhamos muitos problemas na manutenção das cozinhas nas escolas, como quebra de equipamentos, muitas vezes ausências de funcionários e agora a merenda sendo centralizada na cozinha piloto nos passa muito mais tranquilidade”, disse.

Cidades da nossa região como Nhandeara, entre outras, já visitaram a cozinha piloto para a implantação do mesmo projeto em suas cidades.
Na manhã de ontem, sexta-feira (8), o prefeito Leandro Oliveira e os vereadores Adriano Barbosa,   Lucia Helena Castilho, Ivo Guimarães, Tamyris Rodrigues e Gapinha, o assessor Odair Maciel (Arapinha), o corretor de imóveis Luiz Gimenez e alguns funcionários municipais, estiveram na cozinha piloto e constataram o bom funcionamento dos trabalhos. Os vereadores Marcão, Pacheco e Ramiro, justificaram a ausência por motivos de compromissos profissionais.

“Teremos uma alimentação balanceada,  diminuição de gastos, evitando desperdícios, tudo com acompanhamento de nutricionista, além de oferecer aos funcionários melhores condições de trabalho e higiene pessoal, seguindo sempre as normas da vigilância sanitária.
As dificuldades são muitas, porém quando conseguimos algo que traz benefícios para a população, isso nos motiva a continuar buscando recursos para, cada vez mais, melhorar a vida das pessoas.
General Salgado é, hoje, uma das únicas cidade da região a ter uma cozinha piloto nesses moldes, um motivo de orgulho para todos nós.

Continuaremos buscando recursos em âmbito estadual e federal, sempre voltados para o bem comum.
‘Bendita nação cujo DEUS é o senhor’!, ressalvou Leandro.


Reportagem:
Gláucia Gimenez Barbosa




Nenhum comentário